Esqueci minha senha

ASSINE J√Ā

EDILENE FAZ SEU FUNCIONÁRIO DE ESCRAVO NO RECIFE.
Por: Edilene
Visualizado 1145 vezes

Bom dia selma e amigos sócios do site. Sou Edilene e, como falei ontem, uma fantasia que conheci com meu marido e hoje estou viciada é em fazer algum macho submisso cheirar e lamber meus pés, sentir o cheiro e gôsto de meu cu quando largo do trabalho, do jeito que estou, com meus cheiros naturais. Vou agora relatar um caso que fizemos com funcionário de nossa empresa, sem ele saber de nada. Pessoa humilde, casado, mora na periferia e o obriguei a cheirar e lamber meus pés e cu com cheiros fortes e naturais. Meu marido espiou tudo escondido. Ele não gostou do que sentiu, mas fez. Bem, vamos lá.
Somos empresários com loje de móveis em Boa Viagem, zona sul do recife. Temos seis funcionários e todos me olham com desejo, desde o mais humilde ao mais bem formado. Sempre falo com meu marido sobre isso e como ele tem a tara de sentir meus cheiros naturais, resolvemos fazer algumas aventuras para apimentar nosso casamento. Adoro ser dominadora e ter um macho submisso. Num dia resolvemos fazer essa fantasia com um dos funcionários que trabalha no depósito. Bastante humilde, casado, mora na periferia e sempre olhou minha bunda com desejo. Nesse dia fui trabalhar com uma saia normla, mas com tecido solto, coladinha em meu corpo. Fui ao depósito umas três vezes, como se fôsse escolher uma peça para meu apartamento, até que escolhi e perguntei se ele poderia ir montá-la, já que meu marido chegaria mais tarde. Ele falou que iria. Após o expediente, pegamos meu carro e fomos. chegamos logo e subimos. Lá ele montou o móvel onde eu queria e ofereci-lhe uma cervejinha para relaxar, já que era sexta-feira e ele não trabalhava no outro dia. Ele ficou tímido, mas abri uma cerveja importada e e pedi para ele experimentar. Falei que meu marido só viria no outro dia, pois tinha ido dormir na casa da mãe por problemas de saúde dela, mas, na verdade, meu marido já estava escondido em nosso quarto, escutando e vendo tudo, doquarto escuro, pela fresta da porta.
Quando ele estava relaxado, perguntei se ele me achava uma mulher bonita e atraente. Os olhos arregalaram-se e ele respondeu que sim, timidamente com a cabeça. Eu estava excitada, sabendo que meus pés, bunda e buceta estavam com cheiro muito forte e natural e queria fazer aquele macho sentir. Ele estava sentado no sofá, quando eu trouxe uma cerveja e a abri com a bunda praticamente na sua cara. Perguntei se ele gostava de uma bunda e ele afirmou que sim, mas notei seu nervosismo. Disse que não se preocupasse, pois estávamos a sós. Falei que estava com desejo e queria que ele realizasse. ele falou que faria tudo o que eu pedisse, tremendo de ansiedade, sei lá. Sentei no sofá, ...
SEJA SÓCIO AMIGO AGORA E VEJA TUDO COMPLETO!
SELMA


&acopy; Todos os direitos reservados
selmarecife.com.br