Esqueci minha senha

ASSINE J√Ā

SELMA: DEI O U NO MEIO DA ESTRADA. AMOSTRA.
Por: SELMA
Visualizado 3194 vezes

Bem, aos poucos vou me recuperando da gravidez e começando a fazer algumas fotos e contos de novas aventuras, para os amigos. Noto que os contos no site, tantos os meus como o de amigos, amigas e casais de Pernambuco e todo Brasil, estão fazendo sucesso. E outra coisa interessante é que muitas pessoas estão se descobrindo e usando o espaço para poder extravasar suas mais íntimas e deliciosas fantasias, sem falsos tabus. Agradeço a todos por isso.
Mas quero contar sobre essa aventura de Sábado passado, quando eu e maridinho fomos a uma chácara na Ilha de Itamaracá, a convite de amigo. Eu estava louca para fazer algum fetiche gostoso, principalmente com algum risco de chegar alguém. Melhor ainda seria receber um caralho bem grosso e grande numa estrada, como aconteceu nesse dia.
No Sábado bem cedinho fomos encontrar com esse amigo. A praia fica num local afastado e lindo, onde tem de ir por uma estrada pouco utilizada, já que na praia existem ainda poucas casas de veranistas, como esse amigo. Já fiquei excitada só em ter ideias olhando a estrada vazia e deserta. Chegamos e logo o amigo vem nos receber. Abre o portão e colocamos o carro para dentro. Moreno, advogado no Recife, estava de camiseta e short de praia, que deixava ver o realce de sal cacete, mesmo mole, bastante grande e grosso. Passamos para uma conversa descontraída e aberta, falamos do site, dos sócios, da turma Bliss, enfim, de uma série de coisas. Meu marido saiu para ir buscar a câmera para fotos e filmes, cheguei junto do amigo, o abracei e nos beijamos, quase forçado, pois ele estava estranhando a situação, por estar com uma mulher casada junto com o marido. Logo ele estava me tocando e senti seu caralho crescendo e saindo do short. Gente, vocês não imaginam o tamanho daquilo. Que delícia de caralho. Foi quando ele confessou ser louco pela minha bunda, acompanhar os contos, fotos e filmes e confessou querer comer meu cu. Dei a ideia de irmos até a estrada e fizéssemos algo louco, no meio da estrada mesmo. Meu marido ficaria fazendo as fotos, filmes e observaria se algum carro estivesse a caminho. Ficamos num local estratégico para termos essa visão. Começamos a fazer fotos e logo eu tiro a calcinha, XXXXXXXXXXXXXXXX
SEJA AGPRA SÓCIO AMIGO E VEJA DIARIAMENTE FOTOS, CONTOS E FILMES, MEUS E ENVIADOS POR AMIGAS E CASAIS.
SELMA.


&acopy; Todos os direitos reservados
selmarecife.com.br